Athlete

O vigor físico que Figueiredo Ferraz ainda demonstrava depois dos setenta anos fazia jus à juventude de campeão universitário, brasileiro e sul-americano dos 100 metros rasos, com títulos conquistados em diversas modalidades de corrida. O "Diário da Noite" de 27 de fevereiro de 1939, uma segunda-feira, publicava em sua primeira página:

IGUALADO O RECORDE BRASILEIRO DOS 100 METROS RASOS

Para recomeçar as atividades esportivas após o carnaval, tivemos hontem apenas duas competições em S. Paulo. Um prelio amistoso de futebol e o treino dos atletas que estão se preparando para o Campeonato Sul Americano. O jogo de futebol teve um transcorrer regular. O estado do campo, depois da chuva, não permitiu uma exibição das melhores. A competição de athletismo esteve optima, tendo JOSÉ C. FERRAZ, conseguido marcar um tempo estupendo para os 100 metros rasos. Percorreu a distância em 10"5, igualando o recorde brasileiro.

"Minha carreira se iniciou praticamente por acaso, pois eu praticava remo devido à proximidade da Escola (àquela época, a Escola Politécnica da USP situava-se na Av. Tiradentes e, portanto, do rio Tietê, onde se praticavam várias modalidades de esportes aquáticos), e da facilidade, pois nós remávamos de manhã cedo antes da aula. Um dia tive curiosidade de assistir ao treinamento de um grupo de amigos que se preparavam para disputar uma competição universitária. Assim me interessei pelo atletismo, apesar de ter sido desencorajado pelos amigos com relação à rapidez de obtenção de resultados. A despeito disso, nesse mesmo dia, houve um 'tiro' de 100 metros e eu ganhei de todos eles apesar de estar correndo de tênis e todos os outros com sapatos de prego. Menos de um ano depois eu já era vice-campeão sul-americano dos 100 m. rasos com menos de 18 anos." (trechos de entrevista concedida por Ferraz em 1979 a um jornal acadêmico)

"Eu só competi de 1936 a 1940, durante os 5 anos que cursei a Escola e 1941 quando disputei o sul-americano de Montevidéo, sendo novamente vice-campeão nos 100 m. rasos, mais campeão no revezamento 4x100 m. Além dos sul-americanos, participei de várias competições nacionais e F.U.P.E. A minha melhor marca foi alcançada em condições bem piores que as atuais, pois a pista era de carvão e além do mais só treinávamos duas vezes por semana."(trechos de entrevista concedida por Ferraz em 1979 a um jornal acadêmico)

"Eu sempre considerei importante o binômio Esporte-Estudo. Creio que as duas atividades são inerentes à vida dos jovens. Desta forma, sempre havia tempo para tudo. Lembro-me de que na época do sul-americano de 1939 obtive permissão para fazer as provas da escola separadamente, tendo recebido também dispensa especial do ministro do exército para poder me ausentar do C.P.O.R." (trechos de entrevista concedida por Ferraz em 1979 a um jornal acadêmico)

RPG - 03/08/1997 (rev. 0)

More in this category: « Engineer Mayor »

Featured

  • Third Road and Rail Bridge over the Orinoco River - Venezuela >

    Double-deck structural concept with 13 meter tray width, 12 meter height and total length of 2,280 meters. This stunning structure Read More
  • Luz Railway Station - São Paulo >

    Executive project for functional modernization, retrofit and restoration. Architecture by João Walter Toscano. The architect for the restoration was Helena Read More
  • Santos Dumont Airport - Rio de Janeiro >

    Elaboration of executive engineering projects for expansion of the Passenger Terminal, the aircraft aprons, realignment of the road system and Read More
  • Second Road and Rail Bridge over the Orinoco River - Venezuela >

    3,200 meter long bridge, two 300 meter spans in cable-stayed bridge structure. Videos Images   View the embedded image gallery Read More
  • Immigrants’ Highway - São Paulo state >

    Figueiredo Ferraz is proud to have participated - since its foundation in the 1940s - in the dream of connecting the economic Read More
  • 1